Quando na Tailândia, cuidado ao atravessar

31 . maio . 2017

Morar fora é uma experiência intensa. Pode perguntar por aí a qualquer pessoa que já fez intercâmbio, curso, um mestrado fora do seu país, acredito em a resposta vai ser essa: intenso. Se para bom ou mau, não sei, aí depende de outros fatores!

 

Dessa vez não está sendo diferente. Desde o primeiro dia, é tanta superação diária, a cada semana as coisas mudam tanto de parâmetro, a cada marca de mês que se completa eu percebo o quanto eu já mudei que eu me pego pensando, quem vai ser a Carol daqui um ano?

 

Dá medo pensar nisso, mas a gente vive na base do medo mesmo.

 

Quando eu cheguei, o trânsito aqui me assustava muito, apesar de não vir de uma cidade tranquila nesse aspecto. Pra começar, aqui é cinco vezes pior que o Rio em relação a congestionamento, a mão é inglesa, você vai ver três pessoas numa moto on daily basis, as calçadas (em alguns lugares) são no mesmo nível da rua – o que é bem assustador considerando o tamanho de algumas dessas ruas – e a regra de a prioridade é do pedestre fica meio esquecida por aqui, muitas vezes.

 

O trânsito na Tailândia, para mim, é uma metáfora que explica a confusões de sentimentos que morar fora traz.

 

No primeiro momento, tudo é muito grande, a gente quase tem a impressão de que não vai aguentar. Os lugares pra aprender a andar, as pessoas que você conhece, o trabalho novo, morar sozinha pela primeira vez… Foi tanta coisa nova de uma vez só que, às vezes, parecia que ia faltar o chão.

 

Só que, depois que você viu uma quantidade significativa de coisas que te chocam e viveu coisas marcantes que te fazem crescer, na maioria das vezes isso acontece no primeiro mês, você vê que viver na Tailândia e viver em qualquer lugar não é tão diferente.

 

A vida flui e acontece, independente da localização geográfica. As pessoas que você conhece, não precisam virar seus melhores amigos em duas semanas, e tudo bem. Você se sente sozinha às vezes, e tudo bem. Os perrengues ganham consequências bem maiores, e a gente aprende a lidar. A gente não tem que gostar de tudo só pra provar, pra nós mesmos, que estamos amando a experiência, e a gente cresce com isso.

 

Então, uma certeza que eu tenho, é que eu não vou parar de viver e desfrutar tudo ao máximo por medo do desconhecido. E, voltando a metáfora do trânsito, não adianta só viver momentos calmos andando pela calçada, mas precisamos aumentar a cautela quando formos atravessar.

Agente de Viagens: um luxo que não custa nada, ou quase nada.

01 . maio . 2017

No dia do trabalho eu trago este texto…
Pense nos mais diversos serviços de luxo que existem no mundo e imagine quanto esses profissionais cobram por hora. Pensou? Pois é, custam muito, muito caro.

Mas não estou falando aqui de profissionais pé de chinelo, desses que aceitam qualquer trocado por, justamente, saberem que seu serviço é pobre, ruim, ordinário. São dos bons, dos requisitados, dos especialistas no que fazem que estou me referindo.

A boa notícia é que existem profissionais que cuidam de toda a sua viagem sem cobrarem nada ou quase nada.

Imagine um profissional que estará ao seu dispor 24 horas por dia, que se responsabilizará por organizar e monitorar toda sua viagem, te livrando assim dessa preocupação ou responsabilidade? Você não precisará se preocupar em saber se seu voo sofreu alteração, em remarcar seu voo, em saber se está tudo certo com seu hotel, em ligar para o hotel e avisar que chegará mais tarde etc. Tudo isso e muito mais são nossas responsabilidades, porque somos responsáveis por cada vírgula que diga respeito à sua viagem.

Mas como assim sem custar nada?

O agente ou consultor de viagem é especialista em otimizar o seu tempo e dinheiro durante as suas viagens, pois eles sabem perfeitamente como programar todo o seu roteiro para que você aproveite o máximo, o que no final acaba resultando em uma tremenda economia. Eles sabem o que é bom e o que é cilada.

A internet possui ótimos sites de compras de viagens, mas viagem não está para compra e sim para consultoria, algo que é impossível das máquinas fazerem.

Logo, aquela oferta super convidativa do “site tal”, torna-se muito mais cara por justamente ela não acompanhar as informações e orientações necessárias para que você melhor aproveite, algo que somente profissionais qualificados e experientes podem proporcionar.

O que muita gente que compra na internet são sabe, é que quando o cliente precisa de algum serviço que vá ocupar um atendente, será cobrada uma taxa de serviço. Uma vez um cliente meu tinha comprado um aéreo no site da GOL e precisou remarcar. A atendente disse que além da multa, seria cobrada a taxa de serviço. Ou seja, comprar diretamente no site é bom, até você precisar de alguém para te ajudar. Entenda que na vida, nada é de graça.

Quando comprar em agência de viagens sai mais caro?

Quando surge uma diferença de preço entre um mesmo produto na agência de viagens e na internet, a diferença da agência pode variar entre 7 e 15%, referente ao comissionamento. Mas preste atenção, estou falando aqui de um mesmo produto, isso quando a internet está com o melhor preço, o que pode ser muito relativo pois algumas agências conseguem até bater os preços de muitos sites.

Pagar de 7 a 15% para ter um bom profissional ao seu dispor, cuidando da sua viagem sem necessidade de você falar com um SAC que te atenderá depois de você falar com 10 gravações, é algo muito barato no final das contas, isso quando há de fato um acréscimo pois muitas vezes o bom agente faz o seu dinheiro render diante do custo-benefício.

A questão aqui não é o luxo da ostentação, e sim o luxo de ter alguém cuidando do seu bem estar, de preencher um tempo que você pode ocupar fazendo coisas mais importantes para o seu dia a dia.

O papel do bom agente de viagens é otimizar o seu tempo, as suas viagens e a sua vida.

Créditos:
Por: Edu Gomes

Uma crônica sobre idiomas – e o caminho do autoconhecimento

26 . abril . 2017

Eu sempre tive fascínio por me comunicar – quem me conhece sabe que eu disparo 400 ppm (palavras por minuto rs). Além disso, eu sou muito curiosa! O meu nível é daqueles que se você disser que quer conversar comigo uma coisa importante, eu não vou conseguir pensar em NADA além disso até a gente conversar. Isso se eu não ficar pedindo para você me contar de 5 em 5 segundos!

Minha mãe me conta, que quando eu tinha uns 4 anos, eu pedia para ela me ensinar a ler, porque eu amava as revistinhas da Mônica e ela que tinha que ler para mim, mas eu queria ler sozinha, porque né?! Curiosa e querendo receber de forma direta as mensagens que aquelas páginas e desenhos passavam! Ela não ensinou, ela costuma dizer que tudo tem sua hora e, eu tinha que esperar para aprender na escola. Lá pelos 6 eu já estava aprendendo, lendo tudo o que via pela frente.

Naquela preocupação de pai e mãe querendo formar a melhor versão de filha possível, aos 8 me colocaram para aprender inglês. Lembro da minha primeira professora até hoje, inclusive saudades, e eu amava de paixão.  Eram dois dias na semana muitos felizes para mim. Fiz no mesmo curso até meus 14 anos, 8a serie, tive que sair porque estava fazendo cursinho para a escola técnica – foi uma crise muito grande ter que parar. Depois que entrei no CEFET, tendo feito valer a pena o sacrifício de sair do inglês, voltei para as aulas, só que em outro curso, numa versão mais adulta. E, no mesmo ano, viajei pra Disney, como presente de 15 anos. Pode apostar que uma das caras de pau com inglês enroladão a pedir tudo, falar tudo, desenrolar tudo, era eu. Foi um caminho sem volta. Idioma. Viagem. Nunca mais eu fui a mesma pessoa! Com 16 anos, eu acabei meu curso de inglês, antes de me formar no ensino médio. Para mim, o segundo passo era obvio: fazer espanhol. Mas tinha uma coisinha chamada vestibular que não permitiu, na época.

Quando passei pra UFF, a primeira providência tomada foi entrar no espanhol. Que decisão mais maravilhosa, cara. Deus abençoe essa fissura. Fiz intensivo, super intensivo, curso de verão, devorei o curso, os livros, o idioma e me apaixonei de corpo e alma. Em um ano e meio acabei o curso. Além disso dei sorte de cruzar com pessoas incríveis nesse caminho que fizeram a experiência ser mais valida ainda. E aí, lembra que idioma e viagem se conectam, nessa história né?! Por causa do espanhol, como já disse por aqui, pude arriscar a tentar um intercambio pela faculdade e, ah moleque, fiz um semestre da faculdade na Espanha – La Coruña –  foi/é/vai sempre ser um pouco minha casa. Várias das melhores lembranças que tenho na vida, eu adquiri durante o intercambio, fora as amizades que – que sorte na vida de essas pessoas terem passado na minha vida, e que algumas tenham ficado.

Voltei para o Brasil, um pedacinho do meu coração ficou.

Eu estava nos últimos períodos da faculdade, mas o terceiro passo já era obvio, mais uma vez: aprender francês. Por conta da carga horaria, Monografia e trabalho, não deu. Tive que adiar para quando acabasse a faculdade. Monografia entregue, com nota, free at last da UFF! Entrei para o francês. Depois de um semestre de curso fui para aulas particulares. Infelizmente tive que pausar nessa parte. Mas o francês é uma admiração e um desafio, porque apesar de todo o meu esforço não consegui chegar na parte que me considero uma pessoa que domine, mas eu vou chegar lá. E, eu pausei por uma causa boa, realizar o sonho de trabalhar fora e aqui eu estou.

Mas, porque eu estou falando isso tudo? Já falei demais, até… O que eu queria dizer é que estar morando, trabalhando, fazendo amizades em um pais que fala um idioma totalmente estranho para mim é, com certeza, o maior pulo no escuro da minha vida. Viajar por aqui já seria muito desafiador, mas vir morar foi uma loucura tão grande, que sei nem descrever. Todas as pessoas me perguntam como é minha comunicação por aqui. No trabalho é fácil, porque todo mundo fala inglês, espanhol, francês, até um colega de trabalho, que é thai – maior loucura isso! – Fala um pouco de português. Mas na rua, é aquilo, as poucas palavras que já aprendi, arriscar um inglês que eles consigam entender, linguagem dos sinais e boa vontade. Quando saio com os amigos do trabalho, eles sempre juram que vão falar em inglês, mas nunca falam! E não é por mal, eu não fico nem brava, no Brasil, na minha roda de amigos, dificilmente falaríamos qualquer idioma que não fosse o nosso.

Agora, eu, maníaca por falar, ouvir e me comunicar e um dos seres humanos mais curiosos que já habitaram nessa terra, vivendo num lugar que eu não entendo as pautas das reuniões até que me traduzam, não entendo as risadas out of the blue no meio de uma conversa na copa, não entendo os ingredientes de uma comida em barraquinhas na rua, não consigo explicar direito os sintomas de mal estar no hospital/farmácia, não consigo pronunciar decentemente as palavras mais simples ou diferenciar os 5 tons que cada palavra tem em thai…  Tem sido um aprendizado diário. Eu cheguei a um ponto de naturalidade que já me acostumei a não entender, a aceitar que preciso esperar alguém traduzir, a fazer todos os gestos possíveis para alguém tentar me entender e a não me estressar quando não entendo alguma coisa, ou quando riem e eu fico olhando em volta. Por que verdade seja dita, eu vou fazer mais o que?

É engraçado notar isso. Notar que eu sou um peixinho fora d’agua aqui, às vezes, e não importa o que eu faça para tentar mudar isso (por enquanto, enquanto não aprendo thai rs) e tudo bem. Resiliência. Paciência. Jogo de cintura. Bom humor. Já estou ficando craque nessas potencialidades por aqui.

O que vem a mente quando pensamos na Tailândia?

01 . abril . 2017

Sawadee kha!

Estava refletindo aqui para fazer um segundo post né?! Nesses pensamentos, me veio essa pergunta!

Nem surge Bangkok na jogada né?! Provavelmente você pensa nas ilhas paradisíacas primeiro. O segundo pensamento deve ser… TSUNAMI! Acertei?! E depois deve vir aquela máxima de que aqui o povo vive de comer barata…

Confesso que antes de decidir tentar uma vaga por aqui, eu nunca tinha nem parado pra pensar fora da caixa também e toda vez que eu contava pra alguém que estava arrumando as malas pra vir pro outro lado do mundo surgiam essas questões. E sei que minha família ficou feliz por mim, mas ficaram muito assustados, também! Eles falavam que era um lugar perigoso demais, que eu ia odiar a comida, que eu tinha que tomar cuidado pra não ser presa e que tinha Tsunami toda hora – inclusive virou uma interna pros mais chegados haha!

E a verdade é que, todo lugar no mundo tem seus clichês que viajam mundo afora e acho que esses são os tailandeses.

A intenção desse post é desconstruir (minha veia cientista social e tal rs), fazer graça e discordar da maioria dos textos que li antes de vir pra cá.

IMG_0273

Quando descobri que vinha, resolvi fuçar toda a internet atrás de informações a respeito do Reino da Tailândia. Achei bastante informação útil e interessante, de verdade, mas me lembro de alguns lugares que li diziam que a Tailândia, mais precisamente Bangkok, é ame ou odeie. Que a cidade é suja e fedorenta; que a cidade é feia; que as pessoas vão te enganar e são desonestas…

Olha, veja bem, sei que ninguém tem o compromisso de ser 100% fiel a realidade social do lugar, mas é um discurso muito superficial. Se você pegar essas frases soltas, pode estar se referindo a qualquer lugar do mundo. O Rio de Janeiro turístico é uma beleza, mas já foi pras regiões do subúrbio? Paris é muito romântica, mas você chegou a conhecer os lugares fora do centrão e se deparar com ruas super sujas? Já conheceu regiões das cidades fora do circuito mainstream de qualquer lugar do mundo? Pode jogar essas frases aí que eu aposto encaixa na maioria!

Bangkok, pra mim, é difícil de descrever até hoje e não rolou comigo um ame ou odeie instantâneo! Tem quase dois meses que eu moro aqui só, mas esse lugar já se tornou um pouquinho o meu lar. Mas ao mesmo tempo eu não me encaixo em lugar nenhum! Eu já sei o caminho de ir e voltar pra casa, mas quase não conheço minha região (Phra Khanong, se quiser dar uma viajada no google maps!). Já fiz amigos thai, que são pessoas incríveis e já fui a templos aqui, só que nenhum famoso e conhecido para tirar umas fotos e bombar no insta hahaha

IMG_0212

ÓBVIO que sei que viajar e morar num lugar te dão perspectivas totalmente diferentes, mas acho difícil existir qualquer lugar que se defina apenas como: ame-o ou odeio-o. Por exemplo, aqui não tem a beleza das ilhas paradisíacas, mas as combinações dos arranha-céus modernos com os templos espalhados pela cidade fazem dela uma combinação surpreendentemente harmoniosa.

IMG_0014

Aqui faz calor demais, demais mesmo, eu nasci e cresci no Rio e olha, mesmo assim, num guento, mas apesar disso, a maioria das pessoas andam quase todas cobertas, muitas vezes de casacos porque elas não querem se queimar de sol, porque isso é um estigma muito grande na sociedade aqui. E acredita que eles não ficam suados? Eu, em compensação… E as pessoas não comem baratas nas suas refeições, nem grilo, nem escorpião! Isso é absolutamente e totalmente turístico, paga até pra tirar foto com o espetinho na mão.

Se tem uma dica que eu posso dar, se eu tô em posição de fazer isso né?! É fuja dos clichês. Nenhum lugar se resume ao que é disseminado sem cuidado por aí.

IMG_0017

E Bangkok… Ah, Bangkok é MUITO mais que isso. É descobrir alguma coisa nova todo dia. Tanto na cidade, quanto na cultura. Bangkok é se jogar sem medo, pra conseguir realmente desfrutar do que ela tem a oferecer.

Desafio literário – 07 de janeiro dia do leitor – Li 94 livros em 1 ano

07 . janeiro . 2017

Hey pessoal!

Eu tô enrolando desde o dia 01 de janeiro para escrever este post, mas quando acordei e lembrei que hoje é dia 07 de janeiro e é o dia do leitor, eu não pude resistir!!

Bom deixa eu explicar…

Em 2016, eu me “obriguei” a ler mais porque estava viciada em facebook e internet em geral. E na verdade no final de 2015 eu redescobri a minha paixão pela leitura e resolvi me aventurar mais por este campo literário, não que eu queira virar escritora, nem de longe. Mas pensei que talvez fosse uma forma melhor de  passar o meu tempo e me enriquecer culturalmente, do que vendo novelas. Até porque já estava até escrevendo algumas palavrinhas erradas de tanta falta de leitura e muito facebook. hehe Então comecei com um livrinho aqui, outro ali, até que, não conseguia mais parar, eu tinha que ler todo dia, foi se tornando um vício e uma dependência, me julguem. kkk Comecei com alguns títulos da “modinha”, mas não, não foi “50 tons de cinza”, esse eu acabei lendo mais para o fim do ano para ter uma ideia de como era, já que todo mundo fala, e sim, eu me decepcionei. Quem lê títulos mais picantes e bem elaborados, vai sentir uma queda brusca de qualidade quando ler “50”, mas pra quem está começando vale a experiência.

Bom, nessa brincadeira, até o dia 31/12/2016, eu já havia lido exatos 94 livros, bom, não vou dar resenha, porque como não tinha pretensão de ler isso tudo não tinha pensado em fazer um post, logo, não fui colocando minhas impressões escritas, e muito menos “spoiler” porque ninguém merece. Mas farei minhas indicações da seguinte forma abaixo, acho bem justo, e estão por ordem de leitura e não de preferência, os livros em vermelho são os que com certeza eu leria de novo e de novo e de novo.:

Livro único ou série: número de livros
Nome do livro (s):
Autor (a):
Nível de insônia: sim, sabe aquele livro que você fica com pena de dormir para não ter que parar de ler, essa informação é super importante. rsrs É é por aqui que vou definir quão bom foi o livro, ok?
Nível de sensualidade: Quanto mais (+), mas pesado e erótico!
Nível de lágrimas: Sim, idem, quanto mais (+), significa que fiquei seca de tanto chorar!hehe
Nível de originalidade:
Nível de dependência dos personagens: Ah sim! Porque ninguém admite, mas a gente fica paranóica querendo que alguns sejam reais, e é até difícil viver depois que alguns personagens entram em nossas vidas! Nossa que drama que eu fiz agora! Mas falando sério, quem não ía querer um Gideon, Erick  ou um Ian Clark em nossas vidas! Conta aí?!
VAMOS COMEÇAR?!!!! Coloquem os óculos, liguem o abajur e boa leitura!

Livro único ou série: Série New York – 4
Nome do livro (s): Proibida para mim/Seduzida por ele /Por você eu faço tudo / Protegida por mim
Autor (a): Elizabeth Bezerra
Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:+++++

Nível de dependência dos personagens:+++++ (Ai, o Adam e o Liam…)

Livro único ou série: Série Redenção -3
Nome do livro (s): A Redenção de um cafajeste/ Redenção e submissão / Redenção ao amor
Autor (a): Nana Pavoulih
Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+++++
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:+++

Nível de dependência dos personagens:+++

Livro único ou série: Série Peça- me o que quiser – 5
Nome do livro (s): Peça- me o que quiser /Peça- me o que quiser Agora e sempre/Peça- me o que quiser ou deixe-me/ Peça- me o que quiser  e eu te darei/ Surpreenda-me.
Autor (a): Megan Maxwell
Nível de insônia:+++++  
Nível de sensualidade: ++++++ Esse mereceu 1 a mais!
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:+++++

Nível de dependência dos personagens:+++++

Livro único ou série: Série A Proposta – 4
Nome do livro (s): A proposta / O pedido / Par Perfeito / A festa / A primeira páscoa de Aidan, Emma e Noah.
Autor (a): Katie Ashley
Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:+++++

Nível de dependência dos personagens:++++

Livro único ou série: A última carta de amor
Nome do livro (s):  A última carta de amor
Autor (a): Jojo Moyes
Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:+++++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Série Toda Sua – 5
Nome do livro (s):Toda Sua /Profundamente Sua / Para sempre sua / Somente Sua / Todo seu
Autor (a): Sylvia Day

Nível de insônia:+++++ (+)
Nível de sensualidade:+++++ (+)
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:+++
Nível de dependência dos personagens: +++++ (+) Ah Gideon Cross e Eva Tramell…

Livro único ou série: Quando vi você – 2
Nome do livro (s):Quando vi você I e II
Autor (a): Nana Pavoulih
Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+++++
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:+++

Nível de dependência dos personagens:+++

Livro único ou série: Como eu era antes de você – 2
Nome do livro (s):Como eu era antes de você -/ Depois de você
Autor (a): Jojo Moyes

Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+++

Livro único ou série: Advinhe quem sou -2
Nome do livro (s): Advinhe quem sou/ Advinhe quem sou esta noite
Autor (a): Megan Maxwell
Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+++

Livro único ou série: 50 Tons – 4
Nome do livro (s): 50 tons de cinza /  50 tons mais escuros/  50 tons de liberdade / Grey
Autor (a): E.L.James

Nível de insônia:++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas: 0
Nível de originalidade:+++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Cretino Irresistível  – 9
Nome do livro (s): Cretino Irresistível/ Cretina Irresistível/ Estranho Irresistível/Paixão Irresistível/Playboy Irresistível/ Noiva Irresistível/Sempre Irresistível/ Surpresa Irresistível/ Chefe Irresistível
Autor (a): Christina Lauren
Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+++++
Nível de lágrimas:0 – Só risadas!
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+++++

Livro único ou série: Série Hacker – 4
Nome do livro (s): Atração Magnética /Conexão Explosiva/Intensidade Máxima / Potência Extrema
Autor (a): Meredith Wild

Nível de insônia: ++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:0
Nível de originalidade:+++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Série Perdida – 4 (Mas para nossa felicidade terão mais!)
Nome do livro (s): Perdida / Encontrada / Destinado / Prometida
Autor (a): Carina Rissi

Nível de insônia:++++++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:++++++
Nível de dependência dos personagens:++++++

Livro único ou série: Série The Travis Family – 3
Nome do livro (s): A Protegida / A Redenção / Smooth Talking Strangfer
Autor (a): Lisa Kleypas

Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+++

Livro único ou série: Série Irmãos Maddox – 5
Nome do livro (s): Belo Desastre / Belo Casamento / Bela Distração / Bela Redenção/ Belo Desastre Ambulante
Autor (a): Jamie Mcguire

Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:++++
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+++++

Livro único ou série: Série Fallen – 5
Nome do livro (s): Fallen / Tormenta/ Paixão/ Extase / Apaixonados
Autor (a): Lauren Kate

Nível de insônia:++++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:++

Livro único: Sempre foi você
Nome do livro (s): Sempre foi você
Autor (a): Carrie Elks
Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Os príncipes encantados também viram sapos
Nome do livro (s):Os príncipes encantados também viram sapos
Autor (a): Megan Maxwell

Nível de insônia: +++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Quando você voltar
Nome do livro (s):Quando você voltar
Autor (a):  Kristin Hannah
Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:+++++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:++

Livro único ou série: A caderneta vermelha
Nome do livro (s): A caderneta vermelha
Autor (a): Antoine Laurain

Nível de insônia:++
Nível de sensualidade:0
Nível de lágrimas:0
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: A primeira vista
Nome do livro (s):A primeira vista
Autor (a): Nicholas Sparks
Nível de insônia:+
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:++++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Vai Sonhando
Nome do livro (s): Vai Sonhando
Autor (a): Megan Maxwell

Nível de insônia: ++++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:0
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:++

Livro único ou série: Ame o que é seu
Nome do livro (s): Ame o que é seu
Autor (a): Emily Giffin
Nível de insônia: ++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Minha vida mora ao lado
Nome do livro (s): Minha vida mora ao lado
Autor (a):  Huntley Fitzpatrick

Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Hani Hamrita
Nome do livro (s):Hani Hamrita
Autor (a): E.Cherri Filho
Nível de insônia:++++
Nível de sensualidade:0
Nível de lágrimas:+++++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:++

Livro único ou série: No limite da ousadia
Nome do livro (s): No limite da ousadia

Autor (a): Katie McGarry
Nível de insônia:++++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série:  O Amor Mora Ao Lado
Nome do livro (s):O Amor Mora Ao Lado 
Autor (a):  Debbie Macomber
Nível de insônia: ++++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Pecados e Desejos
Nome do livro (s):Pecados e Desejos
Autor (a): Nana Pavoulih

Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:++++
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Julieta
Nome do livro (s): Julieta
Autor (a):  Anne Fortier

Nível de insônia:++++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série:  Tentação
Nome do livro (s): Tentação
Autor (a): Nana Pavoulih
Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:++++
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: 8 segundos
Nome do livro (s): 8 segundos
Autor (a):  Camila Moreira

Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:++++

Livro único ou série: Tudo por ele
Nome do livro (s):Tudo por ele
Autor (a): Nana Pavoulih
Nível de insônia: +
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:+++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: O Ar que ele Respira
Nome do livro (s):Brittainy C. Cherry
Autor (a): Brittainy C. Cherry

Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:++++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:++++

Livro único ou série:Entre o agora e o nunca
Nome do livro (s): Entre o agora e o nunca/A continuação entre o agora e o sempre ainda lerei
Autor (a): J. A. Redmerski
Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:++++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+++++

Livro único ou série: Quase um romance
Nome do livro (s):  Quase um romance
Autor (a): Megan Maxwell

Nível de insônia: ++++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Procura-se um marido – 2
Nome do livro (s): Procura-se um marido / Mentira Perfeita
Autor (a): Carina Rissi

Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:++++

Livro único ou série: No Mundo da Luna
Nome do livro (s):No Mundo da Luna
Autor (a): Carina Rissi

Nível de insônia:+++++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:+
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:++++

Livro único ou série: A Bibliotecária
Nome do livro (s):A Bibliotecária
Autor (a): Logan Belle
Nível de insônia:+
Nível de sensualidade:+++
Nível de lágrimas:0
Nível de originalidade:++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Encontrar Você
Nome do livro (s):Encontrar Você (é a continuação de E se fosse verdade…)
Autor (a): Marc Levy

Nível de insônia:++++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:+++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Questões do coração
Nome do livro (s):Questões do coração
Autor (a): Emily Giffin
Nível de insônia: +++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Intenções Honradas
Nome do livro (s): Intenções Honradas
Autor (a):  Catherine Mann

Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:++++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Namorado de Aluguel
Nome do livro (s):Namorado de Aluguel
Autor (a): Kasie West
Nível de insônia:+++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:0
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Não se iluda não – 2
Nome do livro (s):Não se iluda não/ Não se apega não
Autor (a): Isabela Freitas

Nível de insônia:++
Nível de sensualidade:+
Nível de lágrimas:0
Nível de originalidade:+++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Um recomeço para o amor
Nome do livro (s): Um recomeço para o amor
Autor (a): Carrie Elks
Nível de insônia: ++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:++++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Minha Imagem (Romance Espírita)
Nome do livro (s):Minha Imagem
Autor (a): Eliana Machado Coelho

Nível de insônia:++++
Nível de sensualidade:0 
Nível de lágrimas:++++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Livro único ou série: Sonho Perfeito
Nome do livro (s):Sonho Perfeito
Autor (a): Susan Fox

Nível de insônia:++++
Nível de sensualidade:++
Nível de lágrimas:+++
Nível de originalidade:++++
Nível de dependência dos personagens:+

Espero de verdade que você possa ler alguns destes títulos, e se já leu, deixe um comentário se a sua impressão foi igual a minha, o que você achou diferente, e o principal, me mandem mais títulos para eu devorar. rsrssr Na minha booklist de 2017 já estão: A divina comédia, Entre o Agora e o sempre, Quem é você Alasca, Serie Ward, A garota que você deixou para trás e muito mais. Já viu né? Vem outra lista imensa por aí!

Um super beijo e boa leitura!

Páginas     12

Newsletter

Fique por dentro das novidades do blog! Assine abaixo e receba as atualizações direto no seu e-mail!

Blush Viajante - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017