9 coisas que você precisa saber antes de viajar para os Estados Unidos

08 . dezembro . 2016

Hey pessoal!

Quem me acompanha, já viu que eu tenho um vídeo com 13 dicas para a sua viagem para o exterior ser perfeita. Se você ainda não viu, é só clicar AQUI! Mas hoje, eu trouxe um post ainda mais completo, específico para quem vai viajar para os Estados Unidos, mas muitas destas dicas servem para todos os países, então, elas estarão destacadas em vermelho. 😉

1) PASSAPORTE E VISTO:
• Verificar a validade. Verificar também se há alguma restrição quanto ao visto.
• Obrigatório tirar 1 cópia plastificada (PRETO E BRANCA) somente das páginas do passaporte que contém foto, assinatura e visto americano antes do embarque. Essa cópia é para todos os passageiros, principalmente para os menores.
• As cópias são uma medida de segurança, pois assim, os passageiros guardam os passaportes originais e andam com a cópia durante a viagem.
2) AUTORIZAÇÕES PARA MENORES DESACOMPANHADOS:
• Os responsáveis do menor viajando sozinho para o exterior deverão autorizar por escrito, em documento com firma reconhecida por autenticidade em cartório. Levar 2 vias originais dessa autorização + cópia do passaporte do menor para o aeroporto no dia do embarque.

Modelo de autorizacao-de-responsavel

€ IMPORTANTE: Os novos passaportes já podem vir ou não com esta autorização. Caso os pais queiram, eles poderão autorizar os filhos a viajarem totalmente desacompanhados OU apenas com um dos responsáveis. Nestes casos, a autorização fica escrita no próprio passaporte e não é necessário apresentar outro documento no dia do embarque.
3) EMBARQUE:
• AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO TOM JOBIM. Impreterível a chegada 4:00h antes do embarque para os procedimentos de segurança (Horário dos vôos: vide carta de vôos).
• BAGAGEM E MALA DE MÃO: Em geral, cada passageiro pode levar até 2 malas de até 32kg cada. Caso ultrapasse, multas poderão ser aplicadas de acordo com a política vigente de cada Cia. Aérea.
a) Favor levar na mala de mão peças de roupas como short/ bermuda, camiseta e também peças íntimas, caso haja extravio de mala.
b) IMPORTANTE: Todo item líquido (pasta, gel e similares) só poderá ser transportado a bordo (mala de mão) caso esteja em recipiente de até 100ml cada, sendo a soma de todos no máximo 1litro. Estes itens devem ser colocados em sacos plásticos transparentes e lacráveis (tipo zip loc).
• IDENTIFICAÇÃO DAS BAGAGENS: Fitas personalizadas devem ser colocadas na mala antes do passageiro se apresentar para fazer o check in. Recomendamos também que se coloque outra identificação DENTRO da mala, para o caso de perda ou extravio da identificação externa.
• NÃO COLOCAR DINHEIRO NA MALA – TANTO NO AVIÃO COMO NO HOTEL!!!!
• ELETRÔNICOS: Não existe mais o registro de eletrônicos na Receita Federal. Caso esteja levando algum aparelho, deve-se levar a nota fiscal para que prove a data da compra do mesmo.
4) SEGURO SAÚDE E FICHA MEDICA:
Já estará incluído um Seguro Saúde. Geralmente, os atendimentos médicos são realizados no próprio Hotel. Em casos mais graves, pode haver necessidade de internação. O passageiro deve estar ciente que terá que arcar com os gastos excedentes ao valor da cobertura. Se desejar, poderá escolher um plano com uma maior cobertura.
A compra do remédio só é reembolsável quando solicitada pelo médico indicado pela seguradora. O passageiro deverá trazer a nota da compra e a receita para o Brasil e o reembolso tem que ser solicitado diretamente à seguradora.
É bom levar:
– O anti-térmico e o analgésico que você costuma usar, quando tem febre ou dor;
– Band-aid;
– Outros medicamentos que você costuma usar em caso de enjôo, problemas intestinais ou de estômago;
– Remédio para cólicas menstruais.

5) CLIMA:
• Julho: Temperatura em torno dos 35ºC e o fuso horário é de 1 hora a menos. Levar roupas leves: short, camiseta, hidratante, boné, etc… É muito quente e abafado em julho. Tomar muita água e usar protetor solar.
• Janeiro: Temperatura em torno dos 20ºC e o fuso horário é de 3 horas a menos. Levar roupas normais (nem muito quentes, nem muito frescas) e ter sempre um casaco à mão, para usar em caso de necessidade. Também levar um agasalho mais forte, em caso da temperatura cair.
• PARQUE AQUÁTICO – Roupa de banho completa. Toalha e armário com chave mediante pagamento no local. Evitar biquíni por causa dos vários escorregas. Levar roupa para usar depois do parque.
• CAPA DE CHUVA – Chove com constância em Orlando (pancadas fortes e rápidas). Levar para os parques.
6) HOTEL:
• Voltagem de 110V. Recomendamos levar adaptador para tomadas americanas.
• SISTEMA DE PAY PER VIEW, TV A CABO E VIDEOGAME NOS QUARTOS: Não está incluído e custa caro. Muito cuidado antes de utilizar quaisquer desses serviços. Na dúvida, pergunte a recepção os custos.
• TELEFONE: Os hotéis normalmente cobram taxas caras para ligação do quarto, especialmente interurbano. Evite utilizar. Aconselhamos utilizar os telefones públicos que ficam no lobby do hotel.
• CHAVES DOS QUARTOS: Sempre que sair, levar o seu cartão magnético.
• Organização dos quartos: A arrumadeira não limpa quarto bagunçado.
• Há cofre nos quartos.
7) DINHEIRO:
• Sugerimos levar uma parte menor em dinheiro e a maior em cartão de débito, pois é mais pratico e mais seguro.
• Gastos com alimentação: U$15,00 em média por refeição.
8) COMPRAS:
• Atenção com as compras feitas pela internet: é comum encomendas chegarem fora do prazo de entrega, podendo acontecer depois do previsto.
• Ressaltamos que os hotéis taxam este serviço.
• Guarde todos os recibos das compras e transportes até o Brasil.
• COTA DE COMPRAS: U$500,00 nas lojas do Estados Unidos (durante a viagem) + U$500,00 no Free Shop.
9) OBSERVAÇÕES GERAIS:
• Bebida alcoólica: PROIBIDA P/ MENORES DE 21 ANOS!!!
• É proibido entrar nos ônibus com alimentos e bebidas.
• Cigarro: Não é permitida a venda de cigarro aos menores de 21 anos. É proibido fumar em locais fechados. Nos parques, são designadas áreas especiais para os fumantes.

Itens para levar na nécessaire:
– 1 sabonete com saboneteira
– shampoo e creme para os cabelos
– desodorante
– escova de dentes e creme dental
– protetor solar e labial, ou batom
Eu tenho um vídeo falando sobre isso, clique AQUI!

O dinheiro que você vai usar
Nos EUA, os valores são grafados com pequenas diferenças em relação ao Brasil. O ponto separa os centavos e a vírgula separa o milhar. Ex: US$ 4,000.50 (quatro mil dólares e cinqüenta centavos).
As notas são de U$100, U$50, U$10, U$5, U$2 (rara) e U$1.

As moedas são:
moedas-estados-unidos
Durante as compras não se esqueça do imposto sobre os produtos e serviços (Sales tax). Na Flórida esta taxa é de 6,5%; assim uma conta no valor de US$10.00 acabará custando U$10.65

Conversão de pesos e medidas

EUA x Brasil
conversao-de-pesos-e-medidas-eua-brasil

• Tamanho das roupas
As roupas confeccionadas nos EUA têm proporções variadas. Roupas femininas são confeccionadas nos tamanhos 2,4,6,8,10 e 12, que correspondem aos nossos 36, 38, 40, 42, 44 e 46. São também apresentadas em extra- pequeno (x-small), pequeno (small), médio (medium), grande (large), extra grande (x-large), além da versão petite (menina moça).
Calças compridas são tomadas 2 medidas: a da cintura e do comprimento da perna. Roupas infantis são conforme o peso para os recém–nascidos e de acordo com a idade da criança.

• Calçados: tabela de equivalência
calcados-brasil-eua

Agora é só preparar as malas! Ah! E por falar nisso, clique AQUI para pegar várias dicas e baixar um check list para não esquecer nadinha.

Outros assuntos que você pode gostar…

O que é permitido trazer do exterior sem pagar imposto?

18 aplicativos de viagem que você deve ter em seu smartphone!

Arrumando a mala/bagagem

Carta ao passado…

07 . dezembro . 2016

Carta ao passado…

Hoje foi o dia em que eu acordei e a minha ficha caiu. Na verdade foi quando realmente resolvi querer enxergar tudo que estava acontecendo na minha vida nestas 2 últimas semanas.

Ontem realizei um sonho que jamais acreditei poder realizar a esta altura do campeonato e mesmo sendo algo tão simples e tão puro, foi mágico! Melhor do que em todos os sonhos que venho tendo há alguns anos quando retomamos contato.

Passar a noite ao lado de quem a gente ama é a melhor sensação do mundo. Parece que no mundo inteiro só existem a gente ali, envolvidos em um carinho inexplicável. E eu não disse dormir de propósito, pois eu não consegui dormir, tamanha a minha incredulidade no que estava acontecendo, eu queria ter certeza que não era um sonho, eu apenas cochilava, até que desisti e me entreguei a ficar só olhando para aquele homem dormindo ao meu lado, sem ter ideia do tamanho do amor que eu sentia por ele. Eu não conseguia pensar em mais nada, a não ser em ficar abraçada sentindo seu cheiro, seu toque e o ouvindo dormir. E era a visão mais linda que eu já pude ter do amor.

E embora eu soubesse que ainda gostava muito de você, fiquei fingindo para mim que poderia estar enganada, enquanto na verdade eu estava me enganando. Nessas 2 últimas semanas eu durmo e acordo pensando em você. Mas digo para mim mesmo que é a adrenalina ou o desejo, mas ontem, nada fizemos, a não ser ficar juntos e conversar como 2 adolescentes e ainda assim, era exatamente como eu queria estar a minha vida inteira, e estando ao seu lado não existe lugar melhor.

Você me diz que se preocupa mais do que eu com os riscos, mas é que eu perco a razão quando estou com você e a noção do que é certo ou errado. Você me descontrola totalmente e isso faz toda a diferença, eu amo não ter esse controle de nada, de poder ser quem eu sou, sem máscaras, sem pressão, sem ter que mudar para agradar ninguém. Você me faz sentir tão especial…

E ao relembrar os nossos momentos com riqueza de detalhes, só me dá a certeza de que nosso amor não é para ser esquecido, e me faz perceber o tanto de amor que tenho para oferecer e não consigo dar, e sabe porque eu não consigo mais dar? Pois estou dando a pessoa errada. Uma pessoa, boa para mim, que gosta de mim, mas que não é você.

Eu te confesso que estou morrendo de medo, medo de tudo. De magoar essa pessoa que me acompanha e que nem imagina o que estou vivendo, medo de estar sendo precipitada e agindo com a emoção, medo de te decepcionar, medo de estar sentindo isso tudo nesta intensidade sozinha e me decepcionar, e medo de não superarmos as nossas expectativas, pois uma coisa é o que vivemos há anos atrás, outra é a vida adulta de hoje, com responsabilidades, problemas, etc.

Mas ainda assim, com tudo isso eu não consigo imaginar a minha vida sem você de novo. É como se você nunca tivesse saído da minha vida, isso é quase surreal. Você me completa de uma forma que não imagina. Eu fico querendo cuidar, paparicar e estar junto o tempo todo, talvez queira recuperar este tempo perdido, embora seja impossível. Peço desculpas até de estar sendo chata!

A pessoa que está comigo atualmente, chegou em minha casa e eu fingi que não estava passando bem e ele foi embora, mas a verdade é que eu não consigo mais encará-la, eu só queria estar com você, mas eu não sei como posso fazer isso sem magoar uma terceira pessoa, fazendo achar que pode me reconquistar, achando que o problema está nela, mas não está, está no todo, e principalmente no destino, que permitiu o este reencontro em nossas vidas.

Eu não quero que sinta obrigação de nada, ou responsável por nada. Eu só quero que saiba a minha decisão, e que se você me ama de verdade e quiser tentar uma vida comigo novamente, tudo ao seu tempo, sem pressa, eu farei o impossível para fazer dar certo e enfim sermos felizes juntos.

Bom, este testamento é para eu organizar minhas ideias e para que você tenha noção do quanto isso está mexendo comigo.

Cigana Luna (pseudônimo)

P.s: Está gostando? Se tiver alguma sugestão de tema que quer que eu aborde em texto, é só deixar nos comentários abaixo ou mande um e-mail para: contato@blushviajante.com.br

Ah! E pode deixar que eu não divulgo seu nome! 😉

Diário Viajante

01 . dezembro . 2016

Hey pessoal!

Tudo bem com vocês?

E foi dada a largada do Diário Viajante!
Pra quem não conhece, o projeto reúne blogueiras e youtubers para compartilhar histórias em um diário que vai rodar por esse Brasil.

 

Nosso time conta com 8 participantes de 5 estados e já está viajando por aí desde o dia 10 de novembro. A ideia inicial é compartilhar um pouco da nossa rotina do dia a dia, do blog/canal, mostrar um pouquinho da cidade de cada uma, trazendo as peculiaridades de cada região e pessoa.
                                                                                            ♥

logo-diario-viajante

Mais do que isso, o projeto aproxima pessoas e espalha amor. Já conheci muita gente através do blog e do canal,  e muitas delas se tornaram amigas para a vida inteira!
                                                                                           ♥
Cada gatona será responsável por rechear o diário em até 7 dias e depois mandá-lo para a próxima integrante, até completar o ciclo.
Eu tô doida para chegar a minha vez, e é claro, eu vou fazer vídeos e fotos contando um pouquinho sobre ele e cada detalhe dos estados. Ansiedade é lixo! kkkk
Enquanto isso, vamos conhecer as outras integrantes desse grupo recheado de estrelas.
                                                                                           ♥

 WhatsApp Image 2017-01-17 at 13.44.49

A ordem da viagem do diário será a seguinte:
Espero muito que vocês gostem do resultado final!
Uma bitoca!

Por quê Black Friday?

25 . novembro . 2016

Hey pessoal!

Black Friday, ou Sexta-Feira Negra em português, é um termo criado pelo comércio dos Estados Unidos para nomear a ação de vendas anual que acontece na sexta-feira após o feriado de Ação de Graças, que é comemorado na 4ª quinta-feira do mês de novembro.

Mas quando surgiu a Black Friday? Por que o evento ganhou esse nome? Confira 6 curiosidades envolvendo um dos dias mais famosos do varejo.

1. O termo Black Friday se referia às crises das bolsas de valores no século 19

Embora esteja hoje associado ao maior dia de compras dos Estados Unidos e do mundo, o termo Black Friday se referia originalmente a eventos muito diferentes.

“O adjetivo negro foi usado durante muito séculos para retratar diversos tipos de calamidades”.

Nos Estados Unidos, a primeira vez que o termo foi usado foi no dia 24 de setembro de 1869, quando dois espectadores, Jay Gould e James Fisk, tentaram tomar o mercado do ouro na Bolsa de Valores de Nova York.

Quando o governo foi obrigado a intervir para corrigir a distorção ao elevar a oferta da matéria-prima ao mercado, os preços caíram e muitos investidores perderam grandes fortunas.

2. Os desfiles de Papai Noel foram um antecessor da Black Friday

Para muitos americanos, o desfile do Dia de Ação de Graças, promovido pela loja de departamentos Macy’s, se tornou parte do ritual do feriado.

Mas o evento, na verdade, foi inspirado nos vizinhos do norte. A loja de departamentos canadense Eaton’s realizou o primeiro desfile do Papai Noel em 2 de dezembro de 1905. Quando o Papai Noel aparecia ao final do desfile, era um sinal de que a temporada de festas havia começado – e, por sua vez, a corrida às compras. É claro que os consumidores eram incentivados a fazer compras na Eaton’s.

Lojas de departamento, como a Macy’s, inspiraram-se no desfile, e passaram a patrocinar eventos semelhantes ao redor do país. Em 1924, por exemplo, Nova York viu pela primeira vez um desfile da Macy’s com animais do zoológico do Central Park e totalmente organizado por funcionários da própria loja.

3. A data do Dia de Ação de Graças foi, indiretamente, determinada pelos clientes

De meados do século 19 ao início do século 20, em um costume iniciado pelo então presidente americano Abraham Lincoln, o presidente declararia o “Dia de Ação de Graças” na última quinta-feira de novembro. O dia poderia, assim, cair na quarta ou quinta quinta-feira do mês.

Mas em 1939, algo atípico aconteceu – a última quinta-feira foi coincidentemente o último dia de novembro. Lojistas preocupados com o curto período de compras para as festividades do final de ano enviaram uma petição a Franklin Roosevelt (1882-1945) para declarar o início das festas uma semana mais cedo – o que foi autorizado pelo então presidente americano.

Pelos próximos três anos, o Dia de Ação de Graças foi apelidado de “Franksgiving” (uma mistura de Franklin com Thanksgiving, como a data festiva é chamada em inglês) e celebrado em dias diferentes ─ e em diferentes partes do país.

Finalmente, no final de 1941, uma resolução conjunta do Congresso solucionou o problema. Dali em diante, o Dia de Ação de Graças seria comemorado na quarta quinta-feira de novembro, garantindo uma semana extra de compras até o Natal.

4. Com o tempo, Black Friday passou a significar ‘voltar ao azul’ (do inglês going back to black)

Durante um período difícil nos Estados Unidos, os comerciantes passavam de janeiro a novembro passando mês no negativo. Por não tem computador naquele tempo,tudo era anotado em papel e caneta.  Os resultados ruins eram marcados de caneta vermelha e os positivos de caneta preta. Por isso se tornou a Black Friday, por ser um dia black e não red.

Então, os lojistas conseguiram, no entanto, dar uma interpretação positiva ao termo ao dizer que ele se referia ao momento em que os estabelecimentos retornavam ao azul, ou seja, voltavam a ter lucro. No entanto, não há provas de que isso teria realmente acontecido.

 

5. Black Friday não se tornou referência nacional até a década de 90

O termo Black Friday permaneceu restrito à Filadélfia por um tempo surpreendentemente longo. “Você podia vê-lo sendo usado de maneira moderada em Trenton, Nova Jersey, mas não ultrapassou as fronteiras da Filadélfia até os anos 80”, disse Zimmer.

“O termo só se espalhou a partir de meados dos anos 90”.

6. Black Friday ganhou o mundo

Por muito tempo, os lojistas canadenses morriam de inveja de seus colegas americanos, especialmente quando seus clientes fiéis colocavam o pé na estrada rumo ao sul em busca de boas compras. Mas agora eles passaram a oferecer as suas próprias liquidações – apesar de o Dia de Ação de Graças no Canadá acontecer um mês antes.

No México, a Black Friday ganhou novo nome – ‘El Buen Fin’, ou “Bom fim de semana”. A comemoração é associada ao aniversário da revolução de 1910 no México, que às vezes cai na mesma data que o Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos. Como o próprio nome sugere, o evento dura o fim de semana inteiro.

No Brasil, onde o feriado de Ação de Graças não existe, a data passou a ser incluída no calendário comercial do país quando lojistas perceberam o potencial de vendas do dia, em 2010. E se tornou o 3º dia mais importante para o comércio, perdendo apenas para o Natal e o dia das mães.

Mas claro que temos que ficar de olho, pois muitas das lojas aumentam seus preços na semana anterior, para diminuir na semana de vendas, chamada de Black Week ou na sexta-feira: Black Friday!

Boas compras!

Vida mutante – A difícil tarefa de admitir que acabou.

23 . novembro . 2016

A vida é engraçada…

A gente nunca sabe o que esperar de um relacionamento. Um dia está maravilhoso e de repente, por um sonho ou um livro que a gente lê, nossa perspectiva é totalmente mudada e a gente percebe que nossa vida pode estar uma merda, disfarçada com uma capa de felicidade aparente. A gente tende a se acomodar com facilidade e mudar parece fácil na cabeça, mas cansativo para o corpo.

Ter de dar explicações quando tudo que você quer é que ignorem as suas decisões é um fator que pesa na hora de mudar a sua vida radicalmente, acho que por isso muitas pessoas preferem fugir, pedindo uma transferência no emprego, quer coisa melhor? É a desculpa perfeita! Podemos fingir que não fomos nós que tomamos a decisão e todos compreendem e ficam felizes por você. Pena que nem todos podem se transferir do trabalho, aí, se vêem obrigados a manter a farsa, até sabe Deus quando. Acho que a maioria se enquadra neste segundo grupo, é muito difícil perceber que sua vida está num ponto que você não queria que estivesse, que mesmo você não tendo feito muitos planos ou sonhos para a sua vida, você sabe que não está como deveria, que tem algo por trás disso que seria muito melhor, mas que é preciso coragem para deixar o que se tem para trás. Sem ter medo do que você estará perdendo ou dos danos que pode gerar com uma mudança, ou quantos fará sofrer. Alguns até pensam no que poderiam perder financeiramente, o que definitivamente é a grande maioria. E assim, nos tornamos meros expectadores e vemos a nossa vida em segundo plano, apenas passando…

Temos que analisar o que a pessoa que iremos tentar deixar para trás perderia com a nossa decisão, então vem a questão, é justo querer isso, é egoísta da nossa parte? A resposta é: eu não sei, e a cada dia pode se tornar mais sufocante ficar presa a uma falsa felicidade, achando que está tudo fluindo, quando na verdade já parou e ambos não querem admitir, alegando que não é por falta de amor. Eu acredito que seja falta da paixão que existia antes, da importância ou a falta dela, porque às vezes, não se importar é pior do que se importar, mas também, se importar pode ser ruim, principalmente se a importância é sobre coisas fúteis ou sem importância. Confuso, não?!

Exemplo de um casal (irei colocar na 1ª pessoa): eu gostaria que ele se importasse se eu estou bem, como foi meu dia, uma demonstração de carinho, gentilezas, mais beijos na boca, bom dia com sorrisos, boa noite com cafunés, mas não gostaria que se importasse se o meu cabelo quando uso enrolado me deixa simples e não sofisticada e polida “como deve ser”, ou que estou ficando gordinha e não tenho a perna sarada da Sheila Carvalho, e que quando (se) eu ficar “gostosa” tal roupa vai ficar linda ou eu vou ficar linda (ou seja, agora não sou mais linda o bastante). Isso, são coisas sem importância ao meu ver, pois ele me conheceu sem as pernas da Sheila Carvalho, e ele tem que primeiro me amar como eu sou, e não montar um ideal de mulher que é o oposto ao meu, isso me faz sentir rejeitada, pois por mais que ele diga que me ama, a atitude é diferente, ele está comigo, mas demonstra querer outro “tipo certo” de pessoa ao seu lado. Não que eu não possa melhorar e, claro, que queremos sempre alguém arrumado e bonito ao nosso lado, mas quando isso passa a ser um fator determinante na relação e pesar, sendo o motivo de 50% das brigas de um casal, deve ser muito bem avaliado se vale ou não a pena continuar tentando suprir as necessidades do parceiro, neste círculo vicioso, pois sabemos que a grama do vizinho é sempre mais verde, e quando eu estiver com as pernas da Sheila Carvalho, já não será o bastante, e aí ele vai querer que tenha a boca da Anitta!

L. Loveri / Cigana Luna (pseudônimo) Entendedores, entenderão! kkkk

Espero que gostem destes tipos de textos/contos reflexivos. Vou trazer um post 2 vezes  por mês para vocês a partir de hoje sobre temas diversos, poemas e livros. Se tiver alguma sugestão de tema que quer que eu aborde em texto, é só deixar nos comentários abaixo ou mande um e-mail para: contato@blushviajante.com.br Ah! E pode deixar que eu não divulgo seu nome! 😉

Páginas     12345678... 41»

Newsletter

Fique por dentro das novidades do blog! Assine abaixo e receba as atualizações direto no seu e-mail!

Blush Viajante - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017