10 dicas dos melhores lugares para você conhecer na Patagônia ao fazer um cruzeiro

08 . julho . 2016

Hey pessoal!

A Discover Cruises, separou 10 dicas dos melhores lugares para você conhecer na Patagônia ao fazer um cruzeiro, vamos conferir…

Localizada entre a Argentina e o Chile a Patagônia é uma das regiões naturais mais ricas do planeta. O local é o destino para muitos viajantes que desejam ver de perto pinguins, leões-marinhos, a fascinante Cordilheira dos Andes e decifrar os encantos e mistérios deste local de beleza tão imensa quanto seu horizonte infindo.

Ao fazer um cruzeiro você irá desfrutar, além das comodidades a bordo, de diversos passeios em terra que você poderá adquirir online antecipadamente ou a bordo no próprio navio. E para que você possa escolher seus passeios sem medo de errar veja as 10 dicas que separamos.

Não perca: a 6º dica é do nosso especialista em Patagônia!

1 – Churrasco, tango e pontos históricos: Bem-vindos a Montevidéu e Buenos Aires

Cercadas de parques, praças e museus, programação cultural não irá faltar em Montevidéu, capital do Uruguai e Buenos Aires, da Argentina. E não se pode visitar estes países sem comer um tradicional churrasco! Em Montevidéu a dica é conhecer o famoso Mercado Del Puerto e deliciar-se com as carnes servidas lá. Já Buenos Aires, além da Recoleta, Caminito, Casa Rosada e Obelisco, tomar um café em algum local do centro da cidade e provar as empanadas são programas e delícias, que você não pode perder.

2 – Ilhas Falklands e sua herança britânica

Ilhas Falklands e sua herança britânica

Como as Ilhas Falklands/Stanley (ou Ilhas Malvinas para os argentinos) foram colonizadas pela Inglaterra, a cidade possui muitas características semelhantes às da Terra da Rainha, como carros com volantes à direita e as famosas cabines telefônicas vermelhas. Um city tour pela cidade é sempre interessante. Você também poderá conhecer algumas reservas de pinguins, inclusive aquelas que abrigam os Pingüins Imperadores, uma das maiores espécies destas aves.

3 – Os inesquecíveis cruzeiros cênicos

Imagine você na imensidão do mar cercado por montanhas e geleiras. O horizonte infinito como um guia que o levará a sentir a força e a beleza da natureza selvagem que você está descobrindo. Essa será sua sensação ao fazer os cruzeiros cênicos (são vários dentro dos roteiros), por lugares como Cabo Horn, Canal de Beagle, Fiordes Chilenos e Antártida, por exemplo.

4 – As diversas atrações do Chile e suas encantadoras cidades

A bela Santiago, capital do Chile, é cercada pelos Andes. Há muitos passeios para se fazer pela cidade e outros locais. Um deles é conhecer Isla Negra, a 120 km de Santiago, que é a mais famosa das casas-museu do poeta chileno Pablo Neruda. Há ainda Viña del Mar e Valparaíso, onde o navio aporta. Em Santiago que tal subir o Cerro San Cristóbal, com as montanhas ao fundo? Plaza das Armas, Catedral Metropolitana e Museu Histórico Nacional são outros lugares incríveis para conhecer. Também visite a bela vinícola Vale de Casablanca.

5 – As belezas naturais de Puerto Montt

Puerto Montt fica no sul do Chile e está envolta pela baía do Seno Reloncaví. Da cidade você pode avistar os vulcões Osorno e Calbuco. Aliás, um ótimo passeio é conhecer o famoso vulcão Osorno, percorrendo as paisagens deslumbrantes que circundam este célebre marco. Você poderá ainda conhecer a Lake District, uma área que engloba dezenas de lagos, vulcões, fontes termais e rios. Uma dessas belezas é o incrível Lago Esmeralda!

6Dica do nosso especialista: veja os pinguins de pertinho em Punta Arenas

Dica do nosso especialista: veja os pinguins de pertinho em Punta Arenas

Em Punta Arenas, mais especificamente na Ilha Madalena, a recepção será de gala e os anfitriões pinguins irão esperar por você vestidos de preto e branco. E será uma recepção calorosa, já que no local você poderá vê-los de pertinho. O Paulo Brambila, um dos nossos especialistas em Patagônia, afirma que foi um dos melhores passeios que ele fez durante a viagem. E não é que você fica mesmo super próximo das aves? Olha a foto e a felicidade do Paulo! Para chegar à ilha você irá pegar um barco em Punta Arenas. A viagem de ida e volta dura cerca de duas horas cada.

7 – Alfajores, chocolates e outras delícias em Ushuaia

Em um passeio por Ushuaia, a cidade mais austral do mundo, você irá descobrir algumas peculiaridades, como os alfajores que são feitos apenas na ilha! Essa é mais uma dica do Paulo, que ainda fala que há muito chocolate e doce de leite para degustar por lá!

8 – Conheça o incrível Caminho do Fim do Mundo em Ushuaia

Conheça o incrível Caminho do Fim do Mundo em Ushuaia

No roteiro por Ushuaia não deixe de conhecer o Parque Nacional da Terra do Fogo no trajeto do Caminho do Fim do Mundo, com opção de guia em português. De ônibus ou com o Trem do Fim do Mundo veja a diversidade da fauna e flora do local. Em Ushuaia, o Canal de Beagle também é outra opção de passeio e você poderá avistar o Farol do Fim do Mundo.

9 – Os pinguins de Puerto Madryn

Em Puerto Madryn, na Reserva Nacional de Punta Tombo, está a maior colônia de pinguins de Magalhães do mundo e durante a sua visita ao local, mais de 400 mil deles já estarão por lá para se reproduzir e dar início a uma nova geração.

10 – Para você fazer todos estes passeios: leve casaquinhos e casacões

A temporada de cruzeiros pela Patagônia acontece no verão da América do Sul. Mas não se engane: na Patagônia faz frio o ano todo! A temperatura média é de 10°C e, por vezes, a sensação térmica chega a ser de 3°C. Então tire seus casacões do armário para seus passeios em terra. A bordo, os casaquinhos serão ótimos, pois dentro do navio a temperatura é super agradável. Ah, os armários das cabines comportam perfeitamente os casacões mais felpudos!

Para os passeios de aventura em terra não esqueça: use botas de caminhada, leve casaco impermeável, protetor solar, chapéu e água.

Uma bitoca!

18 aplicativos de viagem que você deve ter em seu smartphone!

05 . junho . 2016

Hey pessoal!

Como vai?

O assunto hoje é tecnologia! Sim, como usá-la a nosso favor em viagens através de vários aplicativos gratuitos e pagos. E o melhor/; ao alcance dos dedos…

Há diversos apps gratuitos e pagos para seu smartphone, e é claro que isso você já sabe! Dãhhh! Mas alguns são aparentemente inúteis, enquanto outros podem salvar a sua vida!

Como são tantos aplicativos para viagens grátis, é difícil saber qual aplicativo vale a pena ter, afinal você não vai querer lotar a memória do seu celular com apps sem utilidade. Por isso, dei uma filtrada para você baixar os melhores aplicativos para viagens e ter certeza de que eles merecem a memória que irão ocupar no seu tel.

Eis a minha lista, após pesquisar e testar:

1. CouchSurfing (Aplicativo gratuito no Android e iPhone)

O nome significa “navegando no sofá” e essa será a forma mais barata para você se hospedar. CouchSurfing é uma comunidade baseada na confiança mútua, pois somente assim você será convidado para se acomodar na casa de alguém e você poderá retribuir a estadia para alguém de sua rede de contatos. O app está disponível em português, mas o domínio do inglês ou do idioma do país que se pretende, faz-se necessário. O melhor desse aplicativo são as pessoas e as afinidades de cada um: seja você um surfista ou amante das artes, estudante ou empresário, gay ou não, sozinho ou acompanhado, você terá o conhecimento inestimável de quem conhece o vilarejo, povoado, cidade ou a metrópole onde está o sofá em que você vai descansar no fim do dia. O sofá pode ser literário, mas você pode ter ótimas surpresas.

2. Foursquare (Aplicativo gratuito no Android, iPhone, BlackBerry, WindowsPhone, Symbian, etc)

Esse aplicativo é o Facebook dos destinos: você faz o check-in em qualquer lugar, seja um país, cidade ou um café e acumula pontos com isso. O mais interessante é ler as críticas de pessoas reais sobre locais específicos e deixar também seu comentário a respeito de sua experiência. Assim como todas as redes sociais, você poderá adicionar seus amigos e convidar novos, além de compartilhar sua atividade nas redes tradicionais como Facebook, Twitter e BBM, caso você faça uso. É uma ótima forma de deixar registrado o progresso de sua viagem e manter contato com amigos e familiares. Disponível em português.

3. WhatsApp (Aplicativo grátis no iPhone, Android, BlackBerry, Windows Phone e Nokia)

Conhecido de muitos, mas essencial mesmo quando se está no exterior: se você viaja acompanhado por mais de uma semana, com certeza você vai acabar se desencontrando de seu acompanhante, seja propositalmente ou não. É aí que WhatsApp vai ser a melhor forma de vocês se comunicarem. Seja para marcar ou remarcar compromissos sem necessidade de fazer uma ligação. Basta encontrar um Wi-Fi gratuito. Disponível em português.

4. Kindle (Aplicativo grátis no Android, iPhone & iPad, BlackBerry e Windows 8)

“Levar dois tablets nas suas férias? Quando eu só quero ler…” Bem, agora você pode deixar o seu Kindle em casa, graças ao aplicativo Kindle, que transforma seu iPad num e-reader, atualizando automaticamente o seu mais recente livro do seu Kindle. Além de integrar perfeitamente com o site da Amazon. Disponível em português.

5. Evernote (Aplicativo grátis no iPhone & iPad, Android, BlackBerry e Windows 8)

Evernote armazena todo o tipo de informação – escrita, gravações de voz, filmes, fotografia – e os sincroniza em todos os seus dispositivos. Tornando-se não só um caderno de anotações indispensável para levar com você na sua viagem, mas também uma ótima ferramenta para manter as suas memórias de todos aqueles momentos incríveis. Disponível em português.

6. Airbnb (Aplicativo grátis no Android, iPhone & iPad)

Linda Edstrand, nossa gerente bem-viajada dos países escandinavos, como também outros aqui no Skyscanner, apontaram os 10 melhores aplicativos de viagens o aplicativo Airbnb foi reincidente. O app permite que as pessoas anunciem, descubram e façam reservas de uma acomodação em qualquer lugar do mundo. Disponível em português.

7. Google Translate (Aplicativo grátis no Android e iPhone)

Não seria ótimo se você pudesse pedir uma cerveja, chamar um táxi ou discutir política com os residentes onde quer que você esteja? Bem, agora você pode. Graças a este aplicativo de suma importância, você não só evita ter que levar toda uma biblioteca de frases na sua mochila, você nunca mais terá a língua presa novamente. Disponível em português.

8. HotelTonight (Aplicativo grátis no iPhone & iPad e Android)

Está buscando passagens aéreas ainda não sabe aonde vai se hospedar? HotelTonight é a dica certa para os melhores hotéis com os melhores preços, pois quarto de hotel vazio durante a noite é com certeza prejuízo. É claro que você não viaja assim de última hora, mas você se espanta com as oportunidades oferecidas pelo aplicativo. Disponível em inglês com cobertura em Amsterdã, Dublin e várias cidades do Canadá, dos EUA e do Reino Unido.

9. Wikitude (Aplicativo grátis no iPhone & iPad, Android, BlackBerry e Windows Phone e Symbian)

O aplicativo original da realidade aumentada, Wikitude “permite que você veja coisas que normalmente não são visíveis”. Obviamente não são fantasmas, mas sim as avaliações de hotéis e as informações sobre atrações históricas por exemplo. Basta apontar o seu telefone em seu alvo e até aparece a revisão de uma estrela dizendo que ‘não ficar aqui “.

10. XE Converter (Aplicativo grátis no Android, iPhone & iPad, BlackBerry e Windows Phone)

Não sabe se estão lhe passando a perna? Precisa de uma rápida cotação do dólar ou do euro? Converta qualquer moeda com essa calculadora grátis que mostra taxas e gráficos atualizados instantaneamente. Disponível em inglês, francês e coreano.

11. VerbalizeIt (Aplicativo grátis no Android, iPhone & iPad)

Este aplicativo ajuda viajantes navegar as barreiras linguísticas proporcionando acesso em tempo real a uma comunidade global de tradutores humanos através de um aplicativo. Não sabe como explicar direções para o taxista em mandarim? Este aplicativo vai lhe ajudar. Disponível em inglês

12. TimeOut city guides (Aplicativo grátis no iPhone & iPad e Android)

Infelizmente, o aplicativo TimeOut possui guias apenas para Londres, Paris, Nova York e Zagreb no iPhone e Londres também no iPad e Android, mas esse guia veterano prometo mais cidades serão lançadas em breve. Os guias que eles fizeram até agora fazem jus, por isso pode esperar mais do mesmo padrão. Disponível em inglês.

13. Goodreads (Aplicativo grátis no iPhone & iPad e Android)

Se você não sabe qual livro ler numa espreguiçadeira debaixo de um guarda-sol, Goodreads oferece exatamente a inspiração que você procura, seja um drama ou comédia. Confira comentários e análises de seus amigos e ratos de biblioteca. Divirta-se com os extras do tipo “guess the first sentence”. Disponível em inglês e italiano.

14. Expense Manager (Aplicativo grátis no Android)

Este aplicativo estende a mão-de-vaca amiga para quem está desajustado à austeridade fiscal dos últimos tempos, facilitando o gerenciamento de vários orçamentos enquanto viaja. Um recurso bacana é a possibilidade de digitalizar os recibos de suas despesas para evitar questionamentos do financeiro da sua empresa sobre o valor das caipirinhas ainda no saguão do aeroporto. Disponível em inglês.

15. Flight+ (Aplicativo grátis no iPhone & iPad)

Recomendado por muitos dentro e fora do Skyscanner, permite que você rastreie todas as aeronaves disponíveis no mundo todo em tempo real numa interface intuitiva. Disponível em português.

16. TourWrist (Aplicativo grátis no iPhone & iPad)

Há uma variedade de apps de fotografia no mercado, mas o ponto forte do TourWrist é que, além de ser capaz de compartilhar fotos imediatamente, você pode criar panoramas 360 graus para você invejar seus amigos ciumentos quando voltar para casa. Disponível em inglês.

17. Urbanspoon (Aplicativo grátis no iPhone)

Em vez de gastar meia hora numa cidade desconhecida procurando um lugar para comer, e por fim acabar com uma má digestão ou com um péssimo serviço, deixe Urbanspoon escolher um restaurante para você após selecionar um bairro, gastronomia e uma faixa de preço. Ele vai desenterrar um tesouro escondido. Disponível em inglês com cobertura nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Reino Unido e Irlanda.

18. Packing Pro (US$ 3 no iPhone & iPad)

A caminho de uma despedida de solteiro na Ilha do Mel? Quer um empurrãozinho a respeito do que levar na mala? Basta inserir o seu tipo de viagem que o app lhe fará algumas sugestões. Ele também oferece a possibilidade de registrar o que você já colocou na mala para que não adicione outro par de havaianas desnecessário. Disponível em inglês, francês, espanhol, chinês, alemão, italiano e japonês.

Espero que seja de grande ajuda!

Dicas de onde comer em Búzios

01 . março . 2016

Hey pessoal!

Tudo bem?

O post de hoje é do Maycon Gabry para a Pousada Bucaneiro.

Armação dos Búzios é muito conhecida por suas belas praias, por suas paisagens paradisíacas, pela gente bonita que frequenta, e claro, pelos seus pontos turísticos. Mas, chega uma hora, que depois de tanta diversão e praia, a fome vem com tudo. Afinal, não é só de natureza que vive o homem!

São tantos restaurantes e tantas cozinhas diferentes, que amantes da boa gastronomia vão ficar sem saber por onde começar. Se você ficou interessado, acompanhe este post até o final e conheça um roteiro gastronômico mostrando algumas das melhores opções da cidade.

Orla Bardot

74 Restaurant

Além de apresentar uma vista sensacional, esse restaurante tornou-se tradicional na cidade por seu cardápio que mescla a gastronomia regional com a mediterrânea, dando muita ênfase aos frutos do mar e aos ingredientes locais frescos de sua horta orgânica.

Bar do Zé

Sua iluminação à luz de velas faz sucesso entre os turistas, que tornaram o bar em um dos points mais badalados da Orla Bardot. O cardápio, focado em comida mediterrânea e assinado pelo Chef Fabiano, além de frutos do mar, faz um grande sucesso com seus risotos, como o de camarão com queijo brie, aspargos e azeite, dentre outros pratos surpreendentes.

Salt

Localizado na charmosa Casa da Sereia, uma construção típica buziana, serve pratos contemporâneos, assinado pelo Chef Ricardo Ferreira, que já trabalhou ao lado de nada mais, nada menos que Roberta Sudbrak. As opções são muitas e, uma melhor que a outra. O chef indica o Risoto de galinha d’angola com especiarias e pistache.

Rua das Pedras

Cigalon

Quer ter um jantar romântico? Então, o francês Cigalon é uma ótima opção. O menu é assinado pela chef argentina, especializada em gastronomia francesa, Sonia Persiani. As surpresas já começam nas entradas, que sugerimos as vieiras grelhadas e molho de capim-limão e lagostins em crosta de dois gergelins, folhas verdes e laranja. Já para o prato principal, uma boa pedida é cordeiro à cardomomo com senteurs de provence (abobrinha, berinjela e tomate). Você não vai se arrepender.

Estância Don Juan

Em nosso roteiro gastronômico não poderia faltar esse belo restaurante. Só em Búzios você faz uma viagem da França para a Argentina sem sair da mesma rua. Na Estância Don Juan, além de aproveitar de uma arquitetura belíssima, de shows de Tango ao vivo, você ainda tem o prazer de comer a típica comida de nossos hermanos especialistas em carnes. Quem assina o cardápio é o Chef Carlos Alevatto, também conhecido como “Caru”.  Experimente o “Ojo de Bife”, um contra-filé com um sabor e uma textura que você nunca viu igual na vida.

Parvatti

Para quem é amante de massas, o Parvatti é o lugar certo. Uma típica trattoria da cidade, que está completando 30 anos de existência. As massas frescas ganham destaque ao lado do ossobuco, escalope de vitela acompanhado de risoto, dentre outros pratos típicos italianos.

A gastronomia em Búzios sempre foi uma tradição à parte e também é uma das atrações responsáveis por trazer turistas do mundo inteiro até a cidade. Temos certeza de que você ficou com água na boca só de ler o post.

Você já conhece algum destes restaurantes? Se sim, deixe a sua sugestão do que pedir nos comentários.

Um bitoca!

Por onde andei – Campos do Jordão

16 . junho . 2015

Olá people!

Como estão todos?

Eu vou muito bem, obrigada! O destino de hoje é Campos do Jordão, eu passei 1 dia lá quando estava fazendo curso para guia de turismo, em 2007. Nesta época eu não tinha o blog e não fazia muitos registros, mas prometo voltar lá, ficar 1 final de semana e fazer um vlog completaço.

fotos 022

Destino: Campos do Jordão é um cidade de São Paulo, que alia boa gastronomia, hospedagem, pontos turísticos e atividades. Campos do Jordão desenvolve seu turismo até mesmo nos meses de baixa temporada promovendo eventos como a Festa da Cerejeira, a Festa do Pinhão, Festa da Hortênsia, Natal na Montanha, Festival Gastronômico da Cozinha na Montanha, Quinzena da Aventura, além de receber espetáculos musicais e culturais nos feriados e nos finais de semanas de fevereiro a junho e de setembro a novembro. Buscando sempre melhorar para estar sempre atendendo o público que busca conhecer, desbravar, contemplar ou apenas descansar em meio as montanhas.

Campos do Jordão é com certeza o destino certo a ser visitado o ano inteiro, para cada estação do ano a cidade se enche de cores e com o clima bem determinado em cada época do ano permite aos visitantes contemplarem sua beleza e ter momentos inesquecíveis. Porém é nos meses de abril a julho que Campos do Jordão ganha muito destaque, quando as temperaturas têm uma considerável queda e faz com que a cidade ganhe um clima convidativo.
E por falar em clima: O ano todo podemos considerar entre 10ºC e 25ºC, havendo alguns picos para mais ou para menos, depende do ar. Apenas entre Abril e Julho que o termômetro encontra-se entre 5 á 10ºC, onde se dá início a Temporada de Inverno.

Melhor Época: Em Julho, devido ser a alta estação e haverem os festivais de Inverno na cidade. Apesar de que, durante o ano Campos do Jordão também é uma cidade linda com um clima agradável.

Telefones úteis:
DDD: 012
Aeroporto Internacional Guarulhos (Cumbica) : 6445-2945
Aeroporto Congonhas: 5090-9000.
Bombeiros: 193
Disque Denúncia Polícia Civil: 181
Polícia Civil: 197
Polícia Militar: 190
Polícia Rodoviária Estadual: 198
Polícia Rodoviária Federal: 191SAMU: 192
Pronto Socorro Municipal: (12) 3662 4978
Secretária de Turismo : (12) 3664-3525
Roupas e acessórios indicados:

No Inverno – Cachecóis, gorros, luvas, fuseau, malhas e casacos de frio; já que nessa época do ano, o início da manhã, fim de tarde e noite as temperaturas são baixas com possibilidade de geadas. Durante o dia, forte presença de sol, porém há necessidade de uma blusa mais quentinha, principalmente em locais com muita sombra, devida a sensação térmica mais fria.

No Verão – dá para aproveitar manhãs de forte presença do Sol que faz com que o visitante use bermuda, camiseta, mas ao final da tarde, as ocorrências de fortes chuvas, com curta duração de tempo, portanto vale trazer uma roupa de meia estação, já que após a chuva há uma leve queda de temperatura.

Mínimo de dinheiro: R$ 100/dia

O que fazer: Uma das delícias de Campos do Jordão é poder saborear a infinidade de combinações que o chocolate local ganha, indo desde o chocolate quente, passando por drágeas, acompanhados com frutas, fondues e os eternos tabletes. Os chocolates, ganham um verdadeiro recanto, porque são fabricados de forma artesanal que prioriza a qualidade e o melhor sabor que o chocolate pode ter, permitindo uma sensação única e realmente muito especial. As malharias de Campos do Jordão são uma atração a parte, não importa a estação que você vá às montanhas, com certeza você encontrará produtos que realmente lhe agradam quanto a preço e qualidade, lembrando que há confecções que lançam coleções que realmente se destacam na hora de enfrentar os dias de baixas temperaturas, do mesmo modo seguindo algumas tendências do mercado, mas com o toque especial da cidade.

ciethjun07 090

Passeios:

Bondinho e trenzinho – Andar no Bondinho Urbano é voltar ao passado. O passeio é muito agradável e permite uma visão completa da estrutura de Campos do Jordão. A viagem de ida e volta dura aproximadamente 40 minutos, partindo da Estação de Vila Capivari (construída em estilo alpino), passando pelas Vilas Jaguaribe e Abernéssia, indo até a Parada São Cristóvão, do outro lado da cidade. Nos dias mais frios, deve-se levar um agasalho, porque o vento pode ser cortante. Ah! O cachorro nos acompanha durante toda a viagem!

ciethjun07 087

Morro do camelo: Circuito de aproximadamente 2 horas de duração, com vistas para o Vale do Paraíba, Parque Estadual do Fojo, Parque da Ferradura, e pelo município de Pindamonhangaba. O roteiro possui alguns atoleiros bem interessantes. No Parque da Ferradura, existe um trecho de erosões bem bonitos, dando seqüência a um downhill com inclinação próxima a 45º, podendo, subi-la, o que poucos 4×4 conseguem fazer. A vista panorâmica deste roteiro é de muito verde, com imensos vales de Araucária  e muitos morros com vegetação de campos de altitude, atingindo vistas do sul de Minas.

Palácio do Governo: Foi neste ponto turístico que o badalado Festival de Inverno começou. Ele sediou os primeiros festivais que, assim como o Palácio, viria a se tornar uma grande atração da cidade.A residência de inverno do Governador do Estado de São Paulo foi construída pelo então interventor federal Adhemar de Barros.

Auditório Cláudio Santoro: Para os que desejam aproveitar sua viagem a Campos do Jordão para conhecer belas paisagem e cultura, não pode deixar de visitar o Auditório Cláudio Santoro.

Estrada de Ferro de Campos do Jordão: Neste sistema há o tráfego intermediário, 19km que ligam as estâncias de Campos do Jordão e Santo Antonio do Pinhal, com trens que trazem atendimento turístico similar. Suas construções obedecem uma linha arquitetônica que se mantém inalterada através dos anos, formando um conjunto harmonioso, típico das ferrovias do passado.

Horto Florestal: é o Parque Estadual de Campos do Jordão, e é um dos 25 parques do estado de São Paulo destinados à observação da natureza.As trilhas em número de seis e auto-guiadas são uma das possibilidades que o parque oferece para um contato mais direto com a natureza:

Trilha da Cachoeira Celestina – Caminhada clássica do Parque com 5 horas de duração, percorrendo a mata atlântica com araucárias e campos de altitude. Nesta trilha é comumencontrar animais e seus rastros, como da onça suçuarana.

Trilha da Pedreira – Caminhada de 2 a 3 horas, passando por uma pedreira de 15 metros, que é ultrapassada com o uso da técnica do RAPPEL (descida com corda e equipamento de Alpinismo), como iniciação ao montanhismo.
Pedra do Baú: Complexo do Baú, formado pela Pedra do Baú, Bauzinho e Ana Chata, é uma das formações rochosas mais impressionantes do Brasil. Este complexo com paredões verticais de até 350 metros, está localizado no Município de São Bento do Sapucaí, nas proximidades de Campos do Jordão. É um dos mais importantes atrativos de eco turismo do Brasil, visitado por pessoas que vão fazer caminhadas e subir pelas escadas de metal, e também praticar montanhismo. Também é um dos paraísos da escalada em rocha do Brasil, procurada por escaladores de todo Brasil e exterior.

Programas Sugeridos para a Pedra do Baú:
Leve: Ir até o Bauzinho, numa caminhada de 10 minutos a partir do estacionamento. Vista da Pedra do Baú e paisagem ao redor.
Intenso: Subir a Pedra do Baú pela Face de Campos do Jordão. Entre sair e voltar até o estacionamento são gastos cerca de 5 horas.
Radical: Após uma caminhada bastante longa, é necessário cruzar uma gruta, e fazer a subida por uma trilha estreita e difícil, com abismos ao lado.

Confesso que não fiz nenhuma trilha. kkk Mas passei um dia maravilhoso!

Veja mais fotos em:

Bitocas,

Ive

Páginas     12

Newsletter

Fique por dentro das novidades do blog! Assine abaixo e receba as atualizações direto no seu e-mail!

Blush Viajante - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018