Conexão ou Escala? Saiba como identificar!

14 . abril . 2017

Hey pessoal!

O post de hoje é prático e campeão de perguntas. Quando viajamos de avião e vamos parar em algum lugar antes do destino final, como devemos proceder? Vamos sair ou não do avião. Eis que te digo agora como é fácil descobrir!

Exemplo:

Conexão Blush Viajante

No vídeo abaixo eu te explico tudinho…

 

Uma bitoca!

Imposto para viagens será de “apenas” 6,38%

02 . março . 2016

Hey pessoal!

Boa notícia!

No dia 27 de janeiro eu avisei aqui sobre o imposto de 25% que havia sido aprovado para as viagens ao exterior, mas graças ao santo padroeiro das viagens, o governo reduziu o imposto sobre a taxa de remessa para serviços turísticos  de 33,33% para 6,38% válido a partir de hoje. Esta taxa esta sujeita a um limite de R$ 20.000,00 por mês por passageiro e não vale para países considerados pelo governo brasileiro como paraísos fiscais. Segue abaixo a publicação do diário oficial de hoje:

“Art. 60. Até 31 de dezembro de 2019, fica reduzida a 6% (seis por cento) a alíquota do Imposto de Renda Retido na Fonte incidente sobre os valores pagos, creditados, entregues, empregados ou remetidos para pessoa física ou jurídica residente ou domiciliada no exterior, destinados à cobertura de gastos pessoais, no exterior, de pessoas físicas residentes no País, em viagens de turismo, negócios, serviço, treinamento ou missões oficiais, até o limite global de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) ao mês, nos termos, limites e condições estabelecidos pelo Poder Executivo.

§ 2º Salvo se atendidas as condições previstas no art. 26, a redução da alíquota prevista no caput não se aplica ao caso de beneficiário residente ou domiciliado em país ou dependência com tributação favorecida ou de pessoa física ou jurídica submetida a regime fiscal privilegiado, de que tratam os arts. 24 e 24-A da Lei no 9.430, de 1996.

§ 3º As operadoras e agências de viagem, na hipótese de cumprimento da ressalva constante do § 2º, sujeitam-se ao limite de R$ 10.000,00 (dez mil reais) ao mês por passageiro, obedecida a regulamentação do Poder Executivo quanto a limites, quantidade de passageiros e condições para utilização da redução, conforme o tipo de gasto custeado.

§ 4º Para fins de cumprimento das condições para utilização da alíquota reduzida de que trata este artigo, as operadoras e agências de viagem deverão ser cadastradas no Ministério do Turismo e suas operações deverão ser realizadas por intermédio de instituição financeira domiciliada no País.” (NR)

Art. 2º Não estão sujeitas à retenção na fonte do imposto sobre a renda:

I – as remessas destinadas ao exterior para fins educacionais, científicos ou culturais, inclusive para pagamento de taxas escolares, de taxas de inscrição em congressos, conclaves, seminários ou assemelhados e de taxas de exames de proficiência; e

II – as remessas efetuadas por pessoas físicas residentes no País para cobertura de despesas médico-hospitalares com tratamento de saúde, no exterior, do remetente ou de seus dependentes.

Art. 3º Esta Medida Provisória entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 1º de março de 2016; 195º da Independência e 128º da República.

DILMA ROUSSEFF
Nelson Barbosa

Ufa, enfim, agora podemos voltar a viajar!

Uma bitoca!

Por onde andei – Campos do Jordão

16 . junho . 2015

Olá people!

Como estão todos?

Eu vou muito bem, obrigada! O destino de hoje é Campos do Jordão, eu passei 1 dia lá quando estava fazendo curso para guia de turismo, em 2007. Nesta época eu não tinha o blog e não fazia muitos registros, mas prometo voltar lá, ficar 1 final de semana e fazer um vlog completaço.

fotos 022

Destino: Campos do Jordão é um cidade de São Paulo, que alia boa gastronomia, hospedagem, pontos turísticos e atividades. Campos do Jordão desenvolve seu turismo até mesmo nos meses de baixa temporada promovendo eventos como a Festa da Cerejeira, a Festa do Pinhão, Festa da Hortênsia, Natal na Montanha, Festival Gastronômico da Cozinha na Montanha, Quinzena da Aventura, além de receber espetáculos musicais e culturais nos feriados e nos finais de semanas de fevereiro a junho e de setembro a novembro. Buscando sempre melhorar para estar sempre atendendo o público que busca conhecer, desbravar, contemplar ou apenas descansar em meio as montanhas.

Campos do Jordão é com certeza o destino certo a ser visitado o ano inteiro, para cada estação do ano a cidade se enche de cores e com o clima bem determinado em cada época do ano permite aos visitantes contemplarem sua beleza e ter momentos inesquecíveis. Porém é nos meses de abril a julho que Campos do Jordão ganha muito destaque, quando as temperaturas têm uma considerável queda e faz com que a cidade ganhe um clima convidativo.
E por falar em clima: O ano todo podemos considerar entre 10ºC e 25ºC, havendo alguns picos para mais ou para menos, depende do ar. Apenas entre Abril e Julho que o termômetro encontra-se entre 5 á 10ºC, onde se dá início a Temporada de Inverno.

Melhor Época: Em Julho, devido ser a alta estação e haverem os festivais de Inverno na cidade. Apesar de que, durante o ano Campos do Jordão também é uma cidade linda com um clima agradável.

Telefones úteis:
DDD: 012
Aeroporto Internacional Guarulhos (Cumbica) : 6445-2945
Aeroporto Congonhas: 5090-9000.
Bombeiros: 193
Disque Denúncia Polícia Civil: 181
Polícia Civil: 197
Polícia Militar: 190
Polícia Rodoviária Estadual: 198
Polícia Rodoviária Federal: 191SAMU: 192
Pronto Socorro Municipal: (12) 3662 4978
Secretária de Turismo : (12) 3664-3525
Roupas e acessórios indicados:

No Inverno – Cachecóis, gorros, luvas, fuseau, malhas e casacos de frio; já que nessa época do ano, o início da manhã, fim de tarde e noite as temperaturas são baixas com possibilidade de geadas. Durante o dia, forte presença de sol, porém há necessidade de uma blusa mais quentinha, principalmente em locais com muita sombra, devida a sensação térmica mais fria.

No Verão – dá para aproveitar manhãs de forte presença do Sol que faz com que o visitante use bermuda, camiseta, mas ao final da tarde, as ocorrências de fortes chuvas, com curta duração de tempo, portanto vale trazer uma roupa de meia estação, já que após a chuva há uma leve queda de temperatura.

Mínimo de dinheiro: R$ 100/dia

O que fazer: Uma das delícias de Campos do Jordão é poder saborear a infinidade de combinações que o chocolate local ganha, indo desde o chocolate quente, passando por drágeas, acompanhados com frutas, fondues e os eternos tabletes. Os chocolates, ganham um verdadeiro recanto, porque são fabricados de forma artesanal que prioriza a qualidade e o melhor sabor que o chocolate pode ter, permitindo uma sensação única e realmente muito especial. As malharias de Campos do Jordão são uma atração a parte, não importa a estação que você vá às montanhas, com certeza você encontrará produtos que realmente lhe agradam quanto a preço e qualidade, lembrando que há confecções que lançam coleções que realmente se destacam na hora de enfrentar os dias de baixas temperaturas, do mesmo modo seguindo algumas tendências do mercado, mas com o toque especial da cidade.

ciethjun07 090

Passeios:

Bondinho e trenzinho – Andar no Bondinho Urbano é voltar ao passado. O passeio é muito agradável e permite uma visão completa da estrutura de Campos do Jordão. A viagem de ida e volta dura aproximadamente 40 minutos, partindo da Estação de Vila Capivari (construída em estilo alpino), passando pelas Vilas Jaguaribe e Abernéssia, indo até a Parada São Cristóvão, do outro lado da cidade. Nos dias mais frios, deve-se levar um agasalho, porque o vento pode ser cortante. Ah! O cachorro nos acompanha durante toda a viagem!

ciethjun07 087

Morro do camelo: Circuito de aproximadamente 2 horas de duração, com vistas para o Vale do Paraíba, Parque Estadual do Fojo, Parque da Ferradura, e pelo município de Pindamonhangaba. O roteiro possui alguns atoleiros bem interessantes. No Parque da Ferradura, existe um trecho de erosões bem bonitos, dando seqüência a um downhill com inclinação próxima a 45º, podendo, subi-la, o que poucos 4×4 conseguem fazer. A vista panorâmica deste roteiro é de muito verde, com imensos vales de Araucária  e muitos morros com vegetação de campos de altitude, atingindo vistas do sul de Minas.

Palácio do Governo: Foi neste ponto turístico que o badalado Festival de Inverno começou. Ele sediou os primeiros festivais que, assim como o Palácio, viria a se tornar uma grande atração da cidade.A residência de inverno do Governador do Estado de São Paulo foi construída pelo então interventor federal Adhemar de Barros.

Auditório Cláudio Santoro: Para os que desejam aproveitar sua viagem a Campos do Jordão para conhecer belas paisagem e cultura, não pode deixar de visitar o Auditório Cláudio Santoro.

Estrada de Ferro de Campos do Jordão: Neste sistema há o tráfego intermediário, 19km que ligam as estâncias de Campos do Jordão e Santo Antonio do Pinhal, com trens que trazem atendimento turístico similar. Suas construções obedecem uma linha arquitetônica que se mantém inalterada através dos anos, formando um conjunto harmonioso, típico das ferrovias do passado.

Horto Florestal: é o Parque Estadual de Campos do Jordão, e é um dos 25 parques do estado de São Paulo destinados à observação da natureza.As trilhas em número de seis e auto-guiadas são uma das possibilidades que o parque oferece para um contato mais direto com a natureza:

Trilha da Cachoeira Celestina – Caminhada clássica do Parque com 5 horas de duração, percorrendo a mata atlântica com araucárias e campos de altitude. Nesta trilha é comumencontrar animais e seus rastros, como da onça suçuarana.

Trilha da Pedreira – Caminhada de 2 a 3 horas, passando por uma pedreira de 15 metros, que é ultrapassada com o uso da técnica do RAPPEL (descida com corda e equipamento de Alpinismo), como iniciação ao montanhismo.
Pedra do Baú: Complexo do Baú, formado pela Pedra do Baú, Bauzinho e Ana Chata, é uma das formações rochosas mais impressionantes do Brasil. Este complexo com paredões verticais de até 350 metros, está localizado no Município de São Bento do Sapucaí, nas proximidades de Campos do Jordão. É um dos mais importantes atrativos de eco turismo do Brasil, visitado por pessoas que vão fazer caminhadas e subir pelas escadas de metal, e também praticar montanhismo. Também é um dos paraísos da escalada em rocha do Brasil, procurada por escaladores de todo Brasil e exterior.

Programas Sugeridos para a Pedra do Baú:
Leve: Ir até o Bauzinho, numa caminhada de 10 minutos a partir do estacionamento. Vista da Pedra do Baú e paisagem ao redor.
Intenso: Subir a Pedra do Baú pela Face de Campos do Jordão. Entre sair e voltar até o estacionamento são gastos cerca de 5 horas.
Radical: Após uma caminhada bastante longa, é necessário cruzar uma gruta, e fazer a subida por uma trilha estreita e difícil, com abismos ao lado.

Confesso que não fiz nenhuma trilha. kkk Mas passei um dia maravilhoso!

Veja mais fotos em:

Bitocas,

Ive

Newsletter

Fique por dentro das novidades do blog! Assine abaixo e receba as atualizações direto no seu e-mail!

Blush Viajante - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017